Clica.net
Publicar Conteúdo
08/04/2011 - Barbaridade em escola do Rio de Janeiro

Apesar do nome intitulado por ?Cidade Maravilhosa?, quem poderia imaginar que o Rio de Janeiro seria cenário para um crime lamentável e lastimável? Crimes bárbaros são vistos diariamente no mundo, bem como no Rio de Janeiro, sobretudo com confrontos entre traficantes e policiais.

Contudo, tal crime nunca fora visto em nosso país. Muitos casos criminosos em escolas já foram apontados, mas em outros países, principalmente nos Estados Unidos.

É realmente algo para ficarmos perplexos. Inimaginável. O crime está em todos os locais e acontece onde, quando e de quem menos esperamos. Um rapaz de 23 anos, ao que tudo indica, com baixa estima, mas que realizou o crime ?perfeito?. Foi estrategista e planejador. Aterrorizou e matou mais de dez vítimas em uma escola, da qual, Wellington fora aluno anos atrás, e por sinal, bom aluno, sem nunca ter repetido um ano ou ter algum relatório de comportamento negativo.

Segundo um de seus irmãos em entrevista cedida para uma repórter da Rede Globo, Wellington estudava há tempos o assunto de armamentos, de como atirar, haja vista que os policiais e pessoas especializadas frisaram por muitas vezes, a habilidade que o criminoso tinha em carregar armas em questão de um segundo, coisa que para um amador faria em cinco ou seis segundos, no mínimo.

Certamente, a data 7 de abril de 2011 ficará e já ficou marcado para todos os brasileiros que não podem e nem devem se conformar com tal situação. O cúmulo e totalmente inaceitável!

O mais absurdo é a frieza que Wellington estudou e analisou o crime, indo até a escola num dia de palestras elaboradas por ex alunos, escolhendo as vítimas ?a dedo? (a maioria meninas), queimar pistas em sua casa, assim como o computador e ainda escrever uma carta de como ser enterrado.

Realmente, uma pessoa que sofria sérios problemas mentais, que fazia terapia com psicólogos e, no entanto, cometeu uma barbaridade como esta, tirando a vida de muitos inocentes e após isso, tirou a própria.

As autoridades e a população, obviamente, permanecem perplexas e estáticas diante de tal crime, que foi manchete em diversos países nos principais jornais.

Luto de três dias decretado pela nossa presidente, Dilma Rousseff e que Deus ofereça conforto ao lar e ao coração dessas famílias que, infelizmente, hoje, choram a perda de um integrante da família por um ato incabível.


Comentários

Pesquisar


Facebook


Parceiros



Parceiros: Bolsa de Valores | CPMStar Sponsorship Code
© Clica.net - Todos os Direitos Reservados