Clica.net
Publicar Conteúdo
29/04/2011 - Estresse nos cães

De uns anos pra cá, a palavra estresse vem se destacando. Cerca de uma década não ouvíamos falar disso, mas passado esse tempo, as pessoas se acostumaram a dizer que estão estressadas, que tudo é sintoma de estresse. Mas não pense que é um sintoma que atinge somente os humanos, atinge também o melhor amigo do homem, os cães.

Os cães são animais perceptivos, eles sentem quando seu dono está estressado e acabam captando também as vibrações negativas, demonstrando-as da mesma forma que nós, humanos, fazemos.

O homem grita, o cão late desesperadamente. O homem bate e empurra, o cão morde e avança.

Alguns cães são mais introspectivos e ficam amuados em um canto da casa. Outros mais arteiros, quando estressadas não param quietos, andam para lá e para cá inquietos.

O estresse canino pode ser gerado também por mudança de residência, sendo que, até que o animal se acostume a nova residência, pode causar estresse.

Veja, não confunda estresse com outras situações. Quando um cão está latindo demais, pode ser um sintoma de estresse sim, mas pode ser excesso e energia acumulada pelo animal. Há cães que sofrem de doenças mentais e por isso ficam rodeando locais por muito tempo, mas isso também não seria estresse, uma vez já constatada o problema mental.

Então, em caso de dúvida, não diagnostique que seu cão está estressado. Procure um veterinário para saber a real situação e o que deve ser feito.

O melhor remédio para o estresse? Uma dose de carinho, atenção e brincar um pouco são itens indispensáveis e suficientes para que seu amigão fique tranqüilo e longe do estresse.


Comentários

Pesquisar


Facebook


Parceiros



Parceiros: Bolsa de Valores | CPMStar Sponsorship Code
© Clica.net - Todos os Direitos Reservados