Clica.net
Publicar Conteúdo
26/10/2016 - O Mito do Consumo do Leite

Atualmente, se alguém disser, "Beba muito leite para acalmar sua úlcera", encolha a barriga e saia correndo. A crença comum de que o leite "neutraliza" ou amortece a acidez gástrica e ajuda a curar a úlcera é um mito. Desde a década de 50, os pesquisadores começaram a suspeitar de que o leite era um remédio inútil quando não conseguiram confirmar seu efeito de neutralização da acidez gástrica.

Na verdade, a neutralização da acidez pelo leite é lamentavelmente transitória, permanecendo freqüentemente por parcos vinte minutos. Em seguida, os níveis de acidez tomam-se ainda mais altos, pois o leite reage com vingança, estimulando a secreção do hormônio gastrina, que provoca a liberação de uma quantidade ainda maior de ácido. No Brasil, a produção e venda de leite deve seguir normas abnt atualizadas.

Estudo revolucionário realizado em 1976 na Escola de Medi¬cina de Los Angeles, na Universidade da Califórnia, provou essa teoria, submetendo pessoas normais e pacientes com úlceras duodenais à ingestão de leite comum, com baixo teor de gordura e sem gordura. Em todos os casos, os níveis de acidez gástrica subiram muito acima dos níveis normais e subiram ainda mais nos portadores de úlceras. (Aparentemente, os pacientes com úlceras são mais sensíveis ao efeito ácido-estimulante do leite.) Além disso, o leite continuou a estimular a produção de ácido gástrico durante cerca de três horas.

O argumento definitivo veio em 1986 quando pesquisadores indianos, em artigo no British Medical Journal, relataram que o leite realmente bloqueou a cura da úlcera, agravando-a muito mais do que urna dieta alimentar normal.

Os pesquisadores submeteram aleatoriamente 65 pacientes com úlcera duodenal a uma dieta hospitalar normal e a uma dieta exclusiva de leite - oito copos diários. (Todos estavam sendo tratados com cimetidina, droga usada contra a úlcera.) Após um mês, os médicos usaram um dispositivo de fibra ótica conhecido como endoscópio para inspecionar as úlceras. Setenta e oito por cento das úlceras dos pacientes submetidos a urna dieta comum tinham sido curadas.

Apenas 50% das úlceras dos pacientes submetidos à dieta de leite tinham sido curadas!

Contudo, é interessante notar que os dois grupos de pacientes com úlceras experimentaram o mesmo alívio da dor. Portanto, mesmo sendo prejudicial, o leite melhorou os sintomas gástricos. Os pesquisadores concluíram que a capacidade de o leite diminuir a dor e, ao mesmo tempo, promover a destruição, talvez seja responsável pelo seu uso incorreto como remédio para úlcera durante tanto tempo.


Comentários

Pesquisar


Facebook


Parceiros



Parceiros: Bolsa de Valores | CPMStar Sponsorship Code
© Clica.net - Todos os Direitos Reservados