Clica.net
Publicar Conteúdo
16/04/2011 - Um corpo a procura de uma cabeça

Quando iniciei minha carreira, há alguns anos, havia um jargão estúpido que era usado com freqüência: ?Você não é pago para pensar, faça o que eu estou mandando!?Para quem ouvia, soava extremamente desagradável, contudo quem emitia esses ruídos achava estar produzindo uma pérola.

Essa afirmação durava o tempo do sucesso, pois no primeiro revés ouvia-se o lamento: ninguém me ajuda a pensar!

Você pode estar se perguntando o que me fez lembrar esse tipo de comportamento.

Eu trabalho com organização, sistematização, equacionamento de questões que conduzem empresas à melhores resultados, para isso dependo do ato pensar.

Preciso de todas as informações que puder obter com meus esforços, de todos os colaboradores da empresa, e de nossa disposição de pensar, e como li uma vez, de ruminar, até chegarmos a uma solução factível que nos leve ao sucesso.

Quando me deparo com situações em que há um impedimento desse ato fico assombrado.

Li uma curta nota num jornal onde uma pessoa questionada sobre sua atuação respondeu: ?Não sou paga para pensar?. Refletia sobre isso quando me deparei com uma citação num artigo sobre gestão empresarial que dizia que devemos parar de contratar pessoas do pescoço para baixo, caso queiramos ter equipes capacitadas para tratar das complexas questões em que estão envolvidas as nossas empresas.

Uma vez que contratemos uma pessoa do pescoço para baixo não vamos impedi-la de pensar, mas nada temos a contestar caso nos dê a resposta que tanto me chamou a atenção.

O mundo empresarial é atacado, de tempos em tempos, por ondas ou modelos de gestão, muitos dos quais são passageiros.

Isso, mais do que uma forma de ganhar dinheiro inventada por seus criadores, são ferramentas que nos ajudam a refletir e uma vez implementadas a gerar resultados.

Raciocinemos tendo como exemplo a mais corriqueira de todas: A caixinha de sugestões.

Todos que trabalham ou trabalharam numa empresa devem ter se deparado com um programa de melhorias com a caixinha de sugestões.

No lançamento fazemos discursos, as coletas dos bilhetes são diárias, entregamos brindes, todos correm para colocar uma

sugestão, qualquer que seja, chegamos até fazer ato ecumênico, contudo uma sugestão dada no corredor, na mesa do refeitório, num e-mail, nem sempre tem o mesmo valor daquela colocada na caixinha, mas só no período em que esta fizer parte da onda.

Estive em muitas empresas onde me pediram para escrever procedimentos operacionais como se estes fossem panacéias, contudo sempre tive o cuidado de verificar se já não o haviam feito num passado recente e na maioria das vezes sim.

Encontrei manuais operacionais cuidadosamente elaborados, esquecidos e negligentemente empilhados. 

A sugestão de praticá-los nunca foi acatada dado ao descrédito atribuído, não por falhas nestes, para por duas razões básicas: a incapacidade de aprendizado e recusa na retenção das informações. Quem estudar a história dessas empresas notará que há corpos demais e cabeças de menos.

Todos nós queremos fazer parte de um projeto vencedor, gostamos de opinar, ver nossas idéias sendo apreciadas, ter uma satisfação, caso nossas sugestões sejam recusadas, quando isso não acontece nos excluímos.

Os gestores, tomadores de decisão, precisam estar atentos e abertos para a dinâmica do processo participativo, caso contrário quando os tempos difíceis vierem, eles vêm, queiram ou não, estarão com suas empresas acéfalas, e terão sob sua responsabilidade um corpo a procura de uma cabeça.

Ivan Postigo

Economista, Bacharel em contabilidade, pós-graduado em controladoria pela USP

Autor do livro: Por que não? Técnicas para estruturação de carreira na área de vendas

Free e-book: Prospecção de clientes e de oportunidades de negócios

Postigo Consultoria de Gestão Empresarial

Fones (11) 4526 1197 / (11) 9645 4652

www.postigoconsultoria.com.br

[email protected]

"Quando a sorte me procura ela sempre me encontra trabalhando?


Comentários

Pesquisar


Facebook


Parceiros



Parceiros: Bolsa de Valores | CPMStar Sponsorship Code
© Clica.net - Todos os Direitos Reservados